Limpeza, desinfecção e esterilização

A manutenção adequada é essencial para ajudar a garantir o melhor desempenho dos seus dispositivos e acessórios da Spacelabs. Os documentos a seguir fornecem procedimentos detalhados para limpeza, desinfecção e esterilização, com avisos e recomendações de agentes de limpeza adequados.

Informações sobre desinfecção e o novo coronavírus (COVID-19)

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC — Centers for Disease Control and Prevention) citam a diluição 1:10 de hipoclorito de sódio (alvejante à base de cloro) como um desinfetante de nível intermediário e o identificam como esporicida de amplo espectro em uma concentração de, pelo menos, 5.000 ppm (0,5%).

Os lenços desinfetantes com alvejante Clorox Healthcare e os lenços desinfetantes com alvejante PDI Sani-Cloth são produtos semelhantes que foram registrados na EPA em 2018 como eficazes contra Mycobacterium tuberculosis; norovírus; esporos de C. difficile e outros patógenos. Os fabricantes declaram que os seus produtos de limpeza com alvejante contêm a diluição de 1:10 de cloro recomendada pelo CDC.

Você pode usar qualquer um desses produtos de limpeza com alvejante para desinfetar as superfícies plásticas externas dos monitores de paciente, cabos do paciente, cabos de derivação e sensores de parâmetros da Spacelabs. Descarte e substitua quaisquer cabos de pacientes que estejam danificados, não tenham o desempenho esperado ou estejam grosseiramente contaminados.

Não utilize alvejante à base de cloro em nenhum dos contatos elétricos metálicos nos monitores ou cabos de pacientes. O cloro pode ter impacto nos materiais de revestimento metálico e encurtar a vida útil dos contatos elétricos.

Use um swab de algodão limpo umedecido em álcool (álcool isopropílico, álcool etílico ou álcool metilado de 70–99%) para limpar suavemente os contatos elétricos no monitor e os sensores e cabos de derivação de pacientes. Deixe as superfícies limpas secar completamente ao ar antes de reutilizá-las.

Consulte o manual do operador do seu produto Spacelabs para obter mais informações sobre a limpeza e desinfecção do produto. Para produtos fabricados por terceiros que você tenha adquirido da Spacelabs, consulte as instruções de uso específicas desses produtos. Se você tiver perguntas sobre produtos específicos não identificados aqui, envie sua pergunta junto com as informações do modelo do produto usando o nosso formulário de Contato.

América Latina

Miami, Florida, EUA: +1 786 463 1170
Suporte técnico: +57 317 5741518

Europa, Oriente Médio e África

Spacelabs Healthcare Ltd.
Centro de soluções do distribuidor da região EMEA

Telefone: + 44 (0) 1992 507777
Horário de funcionamento: 8:30 às 17:00, GMT
Fax: + 44 (0) 1992 507776
E-mail: emea.sales@spacelabs.com

Links relacionados

Métodos de desinfecção espacial sem contato

Atualmente, os métodos de desinfecção mais comuns são os dispositivos de luz ultravioleta (UV) e os sistemas de peróxido de hidrogênio gasoso.

Luz UV

Efeito no equipamento de monitoramento da Spacelabs

A exposição diária aos sistemas de desinfecção por luz UV não deve ter qualquer impacto nos monitores de pacientes da Spacelabs. O plástico utilizado na fabricação dos monitores de pacientes da Spacelabs é qualificado para uso contínuo ao ar livre.  Ele possui uma classificação UL de F1, o que inclui exposição prolongada a todo o espectro da luz UV.

Descrição

A luz UV (ultravioleta) refere-se à região do espectro eletromagnético entre a luz visível e os raios X.  O comprimento de onda da banda está entre 400 e 10 nanômetros (nm). Esta radiação eletromagnética não é visível ao olho humano, porque ela tem um comprimento de onda mais curto e uma frequência mais alta do que a luz que o cérebro compreende como imagens.  A faixa UV-B (320–290 nm) é a que causa queimaduras solares sob exposição prolongada, com risco aumentado de câncer de pele e outros danos celulares.  Cerca de 95% de todos os raios UV-B são absorvidos pelo ozônio na atmosfera da Terra. A radiação UV-C (290–100 nm) é extremamente nociva e é quase completamente absorvida pela atmosfera da Terra. É comumente usada como um desinfetante em alimentos, ar e água, pois mata microrganismos ao destruir os ácidos nucleicos de suas células.

Segundo os artigos disponíveis no National Institutes of Health, existem dois tipos principais de dispositivos UV portáteis que produzem luz UV em todo o espectro desinfetante (320–100 nm): os que emitem uma dose contínua de luz UV através de uma lâmpada de mercúrio e os que utilizam uma lâmpada de xenônio de luz pulsada. O tempo recomendado para o funcionamento do dispositivo depende do fabricante. Os dispositivos de UV-C de mercúrio podem levar até 45 minutos para fornecer um único ciclo adequado para desinfetar uma sala inteira. O sistema de xenônio pulsado (desenvolvido pelo Xenex Disinfection Services, 2017) é capaz de desinfetar uma sala similar em 20 minutos. Estudos têm demonstrado que ambos os tipos de sistemas reduzem os patógenos tanto em superfícies hospitalares porosas como não porosas.

O plástico utilizado na fabricação dos monitores de pacientes da Spacelabs é qualificado para uso contínuo ao ar livre.  Ele possui uma classificação UL de F1, o que inclui exposição prolongada a todo o espectro da luz UV.

Peróxido de hidrogênio gasoso

Efeito no equipamento de monitoramento da Spacelabs

Não ocorreram efeitos adversos nos plásticos usados nos monitores da Spacelabs durante os testes de exposição prolongada com 3% de peróxido de hidrogênio.

Descrição

O Peróxido de Hidrogênio Vaporizado (VHP) foi notícia recentemente, com instalações portáteis capazes de desinfetar grandes quantidades de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). O peróxido de hidrogênio gasoso mostrou-se eficaz contra uma vasta gama de organismos bacterianos e virais. Este método começa com peróxido de hidrogênio de grau medicinal a 35%. O peróxido de hidrogênio é processado em um gerador de descontaminação gasosa para criar e manter uma concentração de vapor variando de 500 a 750 ppm. O VHP é injetado na câmara fechada, onde a umidade relativa pode ser reduzida para até 20% e a temperatura da câmara pode ser elevada para até 350°C. As concentrações mais elevadas nas temperaturas mais altas e UR mais baixa parecem ser mais eficazes no período de tempo mais curto.

Uma das soluções de limpeza recomendadas pela Spacelabs é o peróxido de hidrogênio a 3%. Foram realizados testes de exposição química com peróxido de hidrogênio a 3% (30.000 ppm) que simulam as limpezas diárias ao longo da vida útil esperada do produto.

Recursos relacionados

Artigos do NIH
NIH Hydrogen Peroxide or Chlorine Dioxide for Space Applications (Peróxido de hidrogênio ou dióxido de cloro para aplicações em espaços do NIH)
NIH Portable Ultraviolet Light Surface-Disinfecting Devices (Dispositivos portáteis de desinfecção de superfícies com luz ultravioleta do NIH)